terça-feira, 20 de dezembro de 2011

DECEPÇÃO GERAL (I)


Leiura do dia: Apoc. 18.9-13

Quem investe no mal, não deve esperar o bem. Se existe um investimento sem lucro é aquele feito com o salário do mal. A Babilônia é produto do mal. Seu comércio, que chega até a negociar as almas humanas (v. 13), é a respiração da sociedade. Numa sociedade global, o comércio tornou-se o centro nervoso. Qualquer abalo no comércio, é abalo na estrutura social. A queda da Babilônia é a queda da falsa indústria do prazer, do contentamento e felicidade artificial, e da indústria da aparência e do egoísmo. Os comerciantes choram e lamentam com a queda das ilusões. A indústria das ilusões mantém o comércio funcionando. É necessário preencher o vazio de vidas sem Deus, sem paz e sem salvação. Foi comercializado almas humanas. Todos vendidos no leilão da perdição e do mal. Foi dado por lance o mundo todo em troca da adoração à besta e ao dragão (o diabo). A igreja, por sua vez, alegra-se com a queda das ilusões. O triunfo do Reino de Deus é a sua esperança e graça. Somos o povo que investe na salvação da alma humana. A salvação vem do Senhor e sobre o seu povo a sua bênção!

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 

Deus seja sua vitória!

Creia em Jesus Cristo

Visualizações