sexta-feira, 3 de abril de 2015

A CRUZ: CRISTO EM NOSSO LUGAR!


A vida do ser humano, desde a experiência de pecado no jardim do Éden, tem sido vivida em meio a impulsos conflitantes:
1) o impulso ascendente em direção ao ideal original;
2) o impulso descendente em direção à existência mesquinha, à escravidão da vida sensual; e
3) o impulso para dentro em direção a seus próprios desejos, sentimentos e ambições.
O grito de seu coração desde o início parece ter sido este: “Quem me dera ter uma existência equilibrada em meio a todos esses fortes impulsos”. Foi no meio a essas contradições da vida que Deus através da cruz de Cristo colocou em funcionamento seu plano redentivo.
A cruz de Cristo é a poderosa salvação de Deus para nós pecadores. Isto devido a cinco fatores:
a) Sua origem divina - pondo cobro em nosso desespero de querermos alcançar a Deus através de nossos fúteis esforços humanos para parecermos bons, e apontando o novo e revitalizante caminho à comunhão com Deus;
b) Profundidade do seu alcance - indo além das próprias raízes da nossa depravação e perdição, destarte lidando com a nossa necessidade mais profunda da dilapidação moral;
c) Sua penetração interna - substituindo o nosso centro incorreto, em razão do qual nos tornamos egocêntricos, pelo centro correto - Jesus Cristo - que nos torna “cristocêntrico”, e nos livra de nossa fragmentação interna. A cruz propicia integridade interna;
d) Seu alcance externo - removendo os elementos conflitantes de nossas relações com os companheiros e com o mundo como um todo.
Eis, portanto, a centralidade, a esfericidade, a crucialidade da cruz (o amor sacrificial de Deus em Cristo) na partilha das Boas Novas de Deus com o mundo (pela evangelização) que ele mesmo criou.
Na ênfase na morte de Jesus, buscamos ficar longe de todo sentimentalismo. Pretendemos tornar a mensagem da cruz pertinente ao carente da glória de Deus. Sua pertinência encontra-se no fato de que na cruz Jesus conquistou a vitória sobre a morte e o pecado e, hoje, temos através da fé Nele, o perdão de nossos pecados. Só assim é possível cantar: “Sim, eu amo a mensagem da cruz!”
Já dizia John Stott que o ‘‘coração do significado da cruz é Cristo em nosso lugar’’. O coração da cruz é a cruz no coração! Seja Jesus Cristo seu Salvador único e pessoal!

Feliz Páscoa 2015!

Rev. Lucas Guimarães

* * *
‘‘O coração do significado da cruz é Cristo em nosso lugar’’.

* * *

Devocionais de Vitória

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 

Deus seja sua vitória!

Creia em Jesus Cristo

Visualizações