segunda-feira, 18 de julho de 2016

O PADRÃO DO SERVIÇO CRISTÃO - I

DEVOCIONAIS DE VITÓRIA

Semelhantemente, quanto a diáconos, é necessário que sejam respeitáveis, de uma só palavra, não inclinados a muito vinho, não cobiçosos de sórdida ganância” (1a Timóteo 3.8).

Devocionais de Vitória

Em busca de status, muitos executam tarefas almejando o reconhecimento. A grandeza do servir cristão encontra-se no desprendimento. Se for um servir interesseiro, já perdeu o foco e adentrou pelo caminho da usurpação. Servir com o ser e não servir para ter. Esse é a proposta de Paulo a toda diaconia (serviço) cristã. Aqueles que servem aos servos devem “ser para servir” e não apenas “servir para ser”. Se servem para mostrar o que não são, logo se darão a conhecer: servem sem alegria, sem amor, sem comprometimento e sem propósito. Os servos dos servos devem ter um caráter forjado em quatro virtudes: 1. Serem respeitáveis – não se pode imaginar que aqueles que executam o serviço cristão atentem contra a dignidade do irmão de forma a menosprezá-lo ou denegri sua honra. Ser respeitável significa que a pessoa assume uma imagem que requer respeito, bem como atitude que promove o respeito; 2. Ser de uma só palavra – isso significa ser alheio a fofoca, mentira e duplicidade de intenções. É ser verdadeiro e íntegro. Se o serviço cristão for comprometido pela falsidade, só com a intervenção de Deus é possível salvar a igreja do desastre. Se o serviço cristão for movido pela sinceridade dos servos, abençoada será a obra do Senhor; 3. Ser não inclinado ao alcoolismo – Paulo não está insinuando total abstinência (se bem que será abençoador se manter longe do álcool). O que ele exorta é que os servos dos servos não fiquem à mercê dos vícios e, desta forma, perca a lucidez e domínio próprio. Aquele que se inclina corre o risco de cair! Se temos que nos inclinar, que seja para as coisas espirituais (e nelas cair e adentrar!); e 4. Não ser cobiçosos de sórdida ganância – compreendeu o que Paulo quis dizer? O servo dos servos não deve permitir que a ganância seja a dominadora de seu coração de forma a torná-lo consumidor de cobiça. O cobiçoso de sórdida ganância vivencia o acúmulo da cobiça: a cobiça acompanhada do mal pelo mal para atentar contra o que é do próximo de forma doentia. Veja que não é pedido daqueles que se mostram voluntários ao serviço cristão mais do que é exigido de cada cristão. É enfatizado que os servos devem servir com sua obediência a cada cristão: é serviço virtuoso, obediente e sincero!

* * *
"Se o serviço cristão for movido pela sinceridade dos servos, abençoada será a obra do Senhor".

* * *

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 

Deus seja sua vitória!

Creia em Jesus Cristo

Visualizações