segunda-feira, 10 de outubro de 2016

O PADRÃO DA LIDERANÇA CRISTÃ – VII

DEVOCIONAIS DE VITÓRIA
(09-15/10/16)

“O diácono seja marido de uma só mulher e governe bem seus filhos e a própria casa” (1ª Timóteo 3.12).

Devocionais de Vitória

A liderança cristã passa pela condição do líder diante de sua situação conjugal e de seu governo na família. Essa é uma preocupação de Paulo ao empreender sua orientação para a formação dos futuros líderes da igreja. Vê-se claramente que Paulo recomenda a monogamia como padrão conjugal do líder. Deve-se atentar que Paulo instrui a partir do princípio de que a liderança é uma questão de ser e não em si de fazer. Alguém é um bom obreiro na igreja, então tem o pré-requisito para ser eleito à liderança cristã. A orientação paulina inclui o contrário: é um bom gestor da família, por isso é um bom candidato à liderança cristã. Dada essa ênfase, podemos pensar que a instrução de Paulo nos remete a condição marital que o líder deve assumir. Ser marido é uma postura de extrema relevância à liderança. É nessa condição que o líder cristão demonstra sua singularidade como homem e líder. Ser marido condiciona o líder a um compromisso, comunhão e participação. Ser marido é se estabelecer como principal influência para a esposa de forma a protegê-la, amá-la e guiá-la na verdadeira fé. É sendo marido que o líder adquire sua condição de governante (liderança) em duas realidades. A primeira em relação a seus filhos: o bom governo que produz o bem – “que governe bem”. Governar bem significa assumir uma gestão eficaz. Filhos precisam de liderança. O líder cristão deve ganhar o coração de seus filhos de forma a tê-lo como seus liderados. O líder não pode deixar de exercer uma eficaz liderança sobre os filhos de forma a livrá-los do mal e garantir o seu bem, bem como levá-los a significativamente viver a vontade de Deus no mundo. A segunda realidade diz respeito ao governo da própria casa. Liderar sobre pessoas e liderar sobre estruturas: esse é o caminho do líder. O bom governo da estrutura familiar torna-se um treinamento imediato para assumir a liderança cristã. Um bom governo da estrutura familiar pode fazer com que essa estrutura tenha princípios, projetos e visão de existência. Jamais será reino sem lei e nem terra sem dono. Que Deus nos conceda a oportunidade de sermos líderes com essa estatura. Que Deus nos conceda a oportunidade de treinarmos líderes com essa dinâmica bíblica. Deus seja sua vitória!

Rev. Lucas Guimarães

* * *
"O bom governo da estrutura familiar torna-se um treinamento imediato para assumir a liderança cristã".

* * *

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 

Deus seja sua vitória!

Creia em Jesus Cristo

Visualizações